Qual é o verdadeiro papel do influenciador digital em tempos de Covid-19?

Levar informações precisas e ajudar a amenizar as dores dos seus seguidores devem ser as principais causas dos influencers que estão desaparecendo das redes sociais

*por Damaris Lago  CEO da AtitudeCom

Eu sempre defendi o importante papel do influenciador digital, desde que pude compreender, como profissional do setor de comunicação, o poder transformador desta figura central que se tornou o criador de conteúdo digital. Comecei a trabalhar com esse público em 2013, criando campanhas para diversos clientes na agência de comunicação que fundei, a AtitudeCom, há 17 anos. 

De lá pra cá, tenho visto de tudo e o sentimento de impotência, quando observo alguns levando desserviço para seus seguidores ou deixando de produzir conteúdo útil, é enorme. A grande verdade é que, quando analiso a maioria deles, muitos cadastrados em minha agência, é triste observar que apenas uma pequena parcela se dedica a construir conteúdo relevante e com aprofundamento técnico e conhecimento embasado.

Mas, a pequena parcela de influenciadores que entendeu, desde o início, exatamente a responsabilidade e o peso de cada palavra que escrevem e falam, merece respeito e, de verdade, espero que ganhem cada vez mais espaço. Este público conseguiu dar um susto nas mídias tradicionais, nos últimos dez anos, e as obrigaram a repensar seus formatos, suas pautas, o que falar e como falar. A gente agradece!

Como tudo na vida, a concorrência é essencial. Sendo saudável, é sempre construtivo e ajuda a criar um mundo melhor e mais justo para todos. E é exatamente nessa disputa que as mídias tradicionais rapidamente trataram de encomendar suas pesquisas de audiência e relevância, em tempos de Convid-19. Sim, as mídias tradicionais estão dando um banho de fonte confiável na divulgação de notícias sobre a crise global, enquanto as redes sociais despencam.

Me perguntariam os influenciadores digitais, se seria o seu papel levar informações sobre a crise. E eu responderia: claro que sim! Se as pessoas lhe dedicaram tempo em engajamento e admiração diária, como você devolve isso a eles, no momento que mais a humanidade sofre com a falta de informação, Fake News, e carece de aconselhamentos e mensagens que possam aliviar suas dores e desesperanças?

Em tempos de crise global e de insegurança e medo que pairam na sociedade, em todas as esferas, o papel do influenciador digital poderia (e pode) ser transformador na vida de milhões de pessoas. Só no Brasil, estudos apontam que existe mais de 1 milhão de influenciadores espalhados em diferentes canais e em inúmeros formatos e perfis. Consegue enxergar o poder de compartilhamento e engajamento de ideias e causas nobres em prol da humanidade, principalmente quando multiplicamos isso em nível mundial? E onde estão eles agora, e fazendo o quê?

O seu poder multiplicador e instantâneo de levar informações que possam esclarecer dúvidas e oferecer dicas práticas do que fazer em casa, em tempos de isolamento social, pode ir muito além. E, se alguém buscava uma boa oportunidade de ser visto de forma especial, o momento é esse!

Mais do que nunca, agora é a oportunidade de revelar o verdadeiro significado de influenciar as pessoas, produzindo conteúdo criativo e inteligente, e levando mensagens de paz, esperança e, principalmente, calma e consciência sobre o dever de cada um.

Dicas para influenciadores na construção de conteúdo, em tempos de isolamento social:

  1. Procure munir-se de informações precisas. Se você quer dar dicas, por exemplo, de como higienizar a casa, então procure por dados técnicos com profissionais com total expertise na área, como fazem os jornalistas. Do contrário, você pode estar ajudando a disseminar informações prejudiciais à saúde das pessoas. Não esqueça de citar a fonte.
  2. Tente entender, profundamente, qual é a verdadeira dimensão do problema para se posicionar com realidade e clareza, sempre que quiser fazer comentários sobre a crise. Muita gente está em total desespero. Pergunte-se o que você está fazendo para amenizar este sentimento nas pessoas.
  3. Faça uma programação de pautas para a semana. Organize-se sobre o que vai falar e como vai falar. Pesquise exaustivamente e se paute por fontes confiáveis.
  4. Boas entrevistas com especialistas no setor de saúde, psicologia, pedagogia e geriatria podem ser de fundamental importância neste momento, para levar informação correta aos seus seguidores.
  5. Reforce, a todo instante, a importância das pessoas ficarem em casa, principalmente aquelas que podem, mas têm dificuldade em entender o que isso significa, e dê dicas para que possam se organizar nesses dias de isolamento social.
  6. Entenda quais as principais preocupações do seu público e fomente discussões inteligentes e troca de ideias para ajudar a todos.
  7. Seja solidário, descobrindo os anseios dos seus seguidores, por meio de enquetes, e forneça opiniões que possam acalmar.
  8. Organize lives que possam ser um momento agradável de interatividade.
  9. Empatia é a melhor forma de você ajudar. Por isso, interaja e ouça, em vez de só falar.

Acesso ao curso gratuito para influenciadores da AtitudeCom: https://www.youtube.com/atitudecom


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *